quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Facilitadores do encontro com Deus

Oração na Cidade

São 13h10 de quinta-feira e, na capela do Centro Comercial das Amoreiras, um dos mais carismáticos espaços de Lisboa, um cartaz anuncia à porta a Oração na Cidade. Entramos e somos recebidos por uma música calma, que propõe o silêncio e leva à reflexão. Sentamo-nos e somos absorvidos pela atmosfera que nos envolve, enquanto a Isabel lê a leitura do salmo do dia.

Escutamos em silêncio, olhando para o papel que nos foi entregue à porta, e os olhos saltam de imediato para as pistas de oração que são colocadas a todos quantos se deslocam ali para rezar. Cortando o silêncio, a Isabel vai enumerando as pistas, enquanto a música nos conduz pelos recantos mais profundos do nosso espírito. Lá fora, uma multidão de gente apressa-se com sacos de compras, telemóvel ao ouvido e a cabeça a mil, a pensar em tudo o que tem para fazer. Mas dentro da capela não há tempo, pressa ou telemóvel que incomode. São 20 minutos, que concluem às 13h30 com um Pai Nosso. Lentamente, no final da oração, as cerca de 15 pessoas que estavam presentes saem, ao seu ritmo, e retomam a sua vida normal.
Este projeto da Oração na Cidade é uma iniciativa das Comunidades de Vida Cristã, ou CVX, que asseguram, desde maio de 2012, um espaço de 20 minutos de oração semanal para todos os interessados em quebrar a rotina apressada do seu quotidiano e dedicar um tempo à oração.

Inicialmente no Campo Pequeno, na capela das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, a Oração na Cidade reúne, em média, 10 a 20 pessoas todas as semanas. Em outubro, depois de um processo de discernimento e de um período de meses em que asseguraram os dois locais, deu-se a mudança definitiva de dia (passou de quarta-feira para quinta-feira) e de local. «Quando decidimos começar nas Amoreiras, fizemos nos dois sítios e vimos que as Amoreiras tinha mais adesão do que o Campo Pequeno. Nas Amoreiras passa muita gente, trabalha muita gente, e por isso é diferente do Campo Pequeno, onde as pessoas tinham de se deslocar de propósito para o espaço», diz João Cordovil, responsável da equipa regional sul, onde surgiu este projeto.

Foi em 2010 que o grupo a que pertence Isabel Diz pensou numa «forma de fazer algo para a comunidade» de Lisboa em que estão inseridos. «Escrevemos um mail a propor um espaço de oração na cidade, e pensámos logo nas Amoreiras, porque é um espaço de passagem de muita gente, e este seria um serviço à Igreja na cidade, não é para os membros da CVX», conta Isabel. No entanto, o local escolhido pela equipa regional, que abraçou o projeto, foi a capela das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria.
Ana Melo, que era a responsável naquela altura, conta como foi iniciar algo completamente novo no panorama religioso em Portugal. «O projeto esteve no Campo Pequeno cerca de dois anos e era preparado por vários grupos, que preparavam semanalmente. Tínhamos uma média de 10 a 20 pessoas, com alguns dias com 40 e outros dias com menos do que isso. Nunca nos preocupámos com o número, porque bastava uma pessoa estar, mas passados cerca de dois anos estivemos a pensar sobre isso e achámos que era altura de mudar, porque o objetivo de ir ao encontro dos outros não estava a ser cumprido. Começámos a pensar no porquê, se era do local, do formato de oração, do espaço, da hora (escolhemos a hora de almoço por não haver na cidade de Lisboa grandes ofertas), e resolvemos passar para as Amoreiras», conta a antiga responsável.

Mais divulgação e trabalho em rede

A proposta do grupo é simples, mas não parece chamar muita gente. «Há um aspeto que não temos trabalhado e que queremos dinamizar mais agora com a mudança para as Amoreiras, que é a divulgação. Neste momento, as pessoas apenas sabem que há oração na hora em que começa, quando colocamos um pequeno cartaz no corredor a anunciar. Mas queremos aumentar o tamanho do cartaz e fazer outra divulgação», explica Isabel Diz. O horário, esse, foi também pensado. «Marcámos para as 13h10 porque as pessoas saem às 13h00 e têm tempo de chegar lá. Depois, termina às 13h30, e dá às pessoas 30 minutos para irem almoçar, o que ali nas Amoreiras é tempo suficiente», diz João Cordovil, ao que Isabel acrescenta que «mais, as pessoas não têm tempo, e menos, não se consegue parar o suficiente».

Rita Ferreira foi uma das pessoas que "beneficiou" da troca de local da Oração na Cidade e se tornou uma "cliente habitual". «Eu já costumava frequentar a capela das Amoreiras, pois trabalho aqui numa das torres, e entretanto começaram a fazer esta oração aqui e eu gosto muito», explica-nos, à saída da oração semanal. «Este momento de reflexão e silêncio é muito útil para toda a gente. Ajuda-me muito no meu dia-a-dia. Vários dos panfletos que eles distribuem guardo-os, porque têm pontos-chave que me tocam e que me levam a servir melhor a Deus», conta esta trabalhadora nas Amoreiras, que aproveita a hora de almoço para rezar e parar um pouco da «correria contínua» que é a vida de cada pessoa numa cidade como Lisboa.

Foi exatamente para estas pessoas que a comunidade CVX decidiu criar este projeto. «Queremos ser facilitadores do encontro com Deus», diz Ana Melo, e por isso defende que seria útil e enriquecedor que outros grupos e movimentos pudessem assegurar outros dias da semana. «Quanto mais carismas diferentes tivéssemos a assegurar as orações, mais rica seria a oração. E seria bem mais fácil para as pessoas poderem participar, porque sabiam que todos os dias havia oração, não precisavam de programar a sua vida para irem à quinta-feira», afirma.

Quando iniciaram o projeto no Campo Pequeno, contactaram alguns grupos que, apesar de apoiarem a ideia, não conseguiam garantir mais nenhum dia. Agora, com a mudança para as Amoreiras, e considerando o muito maior número de pessoas que por ali passa e trabalha, tudo é possível. «Estamos a afinar um modelo que vai mais ao encontro das pessoas, pelo local e pelo formato, e agora vamos relançar o projeto e ver como corre», até porque, defende Ana Melo, «nós tivemos uma ideia, mas agora precisamos que Deus a venha confirmar e concretizar de uma forma que até pode ser diferente da que tínhamos previsto», sustenta.

No que diz respeito ao público-alvo, todos são bem-vindos. «Isto é para a cidade. O sonho é apanhar uma ou outra pessoa que não está nem aí para a oração, mas que entra por curiosidade, está na oração e se deixa tocar de alguma forma», argumenta Isabel Diz. João Cordovil, por seu lado, explica que este é um projeto também para «quem se "fartou" das orações tradicionais e precisa de uma nova proposta», enquanto Ana Melo entende que «a Oração na Cidade é um instrumento e é para quem Deus quiser, porque sabemos que em pequenos encontros e imprevistos a nossa vida pode mudar. Não temos uma ambição específica, deixamos que o Espírito conduza», conclui.

Esquema de oração

A Oração na Cidade baseia-se na liturgia do dia, tem a duração de 20 minutos e propõe o seguinte esquema de reflexão:

– Leitura do Dia

– Três pistas de oração: a primeira pista é o que é que eu tenho a agradecer a Deus que esteja relacionado com o texto; depois, olho para mim e, relacionado com o texto, procuro saber o que é que é um obstáculo em mim para fazer a vontade de Deus que está naquele texto; finalmente, uma pista que é comum em todas a orações, que é o que é que o Senhor me disse neste tempo de oração, e que propósitos levo para a semana, e deixar que esses propósitos façam eco no meu coração.

– Pai Nosso

Fonte: Aleteia

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​
​É assim a geração dos que buscam a vossa face, ó Senhor, Deus de Israel.
Salmo 23

Evangelho do dia: (Mc 4,21-25)

Naquele tempo, Jesus disse à multidão: 21“Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de um caixote, ou debaixo da cama? Ao contrário, não a põe num candeeiro? 22Assim, tudo o que está escondido deverá tornar-se manifesto, e tudo o que está em segredo deverá ser descoberto. 23Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça”. 24Jesus dizia ainda: “Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais. 25Ao que tem alguma coisa, será dado ainda mais; do que não tem, será tirado até mesmo o que ele tem”.

Mensagem do dia:

São essenciais, na vida cristã, a oração, a humildade, a caridade para com todos: este é o caminho para a santidade.
Papa Francisco

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Danilo

A paz de Jesus e o amor de Maria

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

15 curiosidades sobre a Igreja católica

Alguns fatos interessantes que talvez você não conheça

1. A Igreja incentiva os católicos a fazerem algum ato de penitência em todas as sextas-feiras do ano, não apenas nas sextas-feiras da Quaresma. As conferências episcopais de cada país fazem as suas sugestões, mas a mais comum é a abstenção de carne.

2. Em matéria de abstenção de carne, o peixe não conta: portanto, comer peixe é liberado para os católicos mesmo em dias de jejum e abstinência. Por outro lado, há pessoas que evitam nesses dias quaisquer alimentos derivados de animais, como leite e ovos, mas não há nenhuma restrição formal da Igreja a este respeito.

3. Os fiéis ficam isentos de jejuar ou de abster-se nas solenidades. Mesmo na Quaresma, se a solenidade de São José cair em uma sexta-feira, não há obrigatoriedade de guardar jejum. Já os dias de festa litúrgica não têm o mesmo peso dos dias de solenidade litúrgica; por isso, prepare os peixes para a festa da Cátedra de São Pedro! Ficou curioso para saber a diferença entre as festas e as solenidades? Quando conhecemos melhor os detalhes da nossa liturgia, dá mais vontade de prestar atenção a ela, não dá?

4. Cada pessoa só pode conseguir indulgências para ela mesma ou para a alma de alguma pessoa já falecida. Não podemos “transferir” indulgências para outras pessoas vivas.

5. Dos 35 Doutores da Igreja, 4 são mulheres. Isto pode até não impressionar você, mas repare que, por exemplo, dos 43 presidentes dos Estados Unidos, tidos como o país que mais propaga a democracia e a igualdade no mundo, zero foram mulheres! De todos os Doutores da Igreja, a mais “recente” é uma mulher: uma freira do século XIX, época em que a maioria das faculdades nem sequer admitia mulheres. Mesmo assim, há muitos “pregadores laicos” que não se cansam de acusar a Igreja católica de “odiar as mulheres”.

6. Todas as vestes litúrgicas dos sacerdotes católicos têm um significado específico. É por isso que, para citar um exemplo, a casula, que simboliza o amor, é usada por cima da estola, que simboliza a autoridade. Afinal, “por cima de tudo, o amor” (cf. Colossenses 3,14).

7. O tempo mínimo de participação na missa que a Igreja pede a todo católico equivale a mais ou menos 0,65% da nossa vida. Se formos à missa em todas as celebrações de preceito (e apenas nelas), o nosso “tempo total de missa” ficará em torno de 57 horas por ano. Bem que poderíamos dar a Deus um pouco mais do que isso, não poderíamos?

8. Em alguns países, as palmas ou ramos de oliveira usados no Domingo de Ramos são queimados para produzir as cinzas da Quarta-Feira de Cinzas. Em outros países, as pessoas guardam os ramos abençoados em casa, como sacramentais cujo caráter simbólico evoca esperança, vitória e vida. Em várias regiões do Brasil, faz parte da piedade popular queimar esses ramos durante ocasiões de perigo, particularmente tempestades, para recordar a esperança na proteção de Deus.

9. Nenhum cientista conseguiu apresentar uma explicação satisfatória para a origem da imagem estampada no tecido do Santo Sudário de Turim. A datação do sudário por carbono, que concluiu que a peça seria medieval e não do tempo de Cristo, é questionada inclusive por cientistas. Além disso, nem sequer a tecnologia do século XXI conseguiu reproduzir as peculiaridades únicas da imagem tal como ela foi estampada, inexplicadamente, no tecido.

10. Lutero só rejeitou os livros deuterocanônicos depois que um adversário dele mostrou que o purgatório é um conceito bíblico, usando justamente um livro deuterocanônico. Após este episódio, Lutero começou a excluir alguns livros da Bíblia, mas não conseguiu eliminar todos os que pretendia, como Hebreus, Tiago, Judas e o Apocalipse.

11. A teoria do Big Bang foi concebida por um padre católico. Todo mundo riu dele: "Ah, católicos bobos, sempre achando que o universo teve um começo!". Além de sacerdote, ele era físico. O papa Francisco não disse nenhuma novidade quando afirmou, recentemente, que a Igreja católica aceita a evolução. Faz muitas décadas que a Igreja reconhece o fato evolutivo e o considera compatível com um Deus criador. O que a Igreja não reconhece é que todo o universo tenha surgido por obra do mero acaso e sem nenhuma finalidade. A declaração do papa Francisco, no entanto, foi divulgada como “grande novidade” por certa parcela da mídia.

12. Religiosos católicos também participaram de descobertas e criações como o método científico, a genética e o sistema universitário. Mesmo assim, há que teime em acusar a Igreja de odiar a ciência, a educação intelectual e o progresso técnico e tecnológico.

13. Pelo menos três papas foram hereges: Libério, Silvério e Honório I. Mas nenhum deles caiu em heresia durante o período de seu papado.

14. A primeira leitura nas missas de domingo é sempre escolhida com base na sua relação com o evangelho do dia. Já a segunda leitura não precisa ter necessariamente uma ligação direta com a primeira ou com o evangelho.

15. Se você ler 8 parágrafos do catecismo da Igreja católica por dia, vai conseguir ler e refletir sobre o catecismo inteiro antes do fim do ano. Que tal considerar esta dica como um desafio e começar hoje mesmo?

fonte: Aleteia

Santo do dia: Santo Tomás de Aquino, professor e consultor da Ordem


Neste dia lembramos uma das maiores figuras da teologia católica: Santo Tomás de Aquino. Conta-se que, quando criança, com cinco anos, Tomás, ao ouvir os monges cantando louvores a Deus, cheio de admiração perguntou: “Quem é Deus?”.

A vida de santidade de Santo Tomás foi caracterizada pelo esforço em responder, inspiradamente para si, para os gentios e a todos sobre os Mistérios de Deus. Nasceu em 1225 numa nobre família, a qual lhe proporcionou ótima formação, porém, visando a honra e a riqueza do inteligente jovem, e não a Ordem Dominicana, que pobre e mendicante atraia o coração de Aquino.

Diante da oposição familiar, principalmente da mãe condessa, Tomás chegou a viajar às escondidas para Roma com dezenove anos, para um mosteiro dominicano. No entanto, ao ser enviado a Paris, foi preso pelos irmãos servidores do Império. Levado ao lar paterno, ficou, ordenado pela mãe, um tempo detido. Tudo isto com a finalidade de fazê-lo desistir da vocação, mas nada adiantou.

Livre e obediente à voz do Senhor, prosseguiu nos estudos sendo discípulo do mestre Alberto Magno. A vida de Santo Tomás de Aquino foi tomada por uma forte espiritualidade eucarística, na arte de pesquisar, elaborar, aprender e ensinar pela Filosofia e Teologia os Mistérios do Amor de Deus.

Pregador oficial, professor e consultor da Ordem, Santo Tomás escreveu, dentre tantas obras, a Suma Teológica e a Suma contra os gentios. Chamado “Doutor Angélico”, Tomás faleceu em 1274, deixando para a Igreja o testemunho e, praticamente, a síntese do pensamento católico.

Santo Tomás de Aquino, rogai por nós!


Fonte: Canção Nova!

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

​São Tomás de Aquino - Santo do dia

'​A paz esteja nesta casa!'

​Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec!
Salmo 109

Evangelho do dia: (Mc 3,31-35)


Naquele tempo, 1Jesus começou a ensinar de novo às margens do mar da Galileia. Uma multidão muito grande se reuniu em volta dele, de modo que Jesus entrou numa barca e se sentou, enquanto a multidão permanecia junto às margens, na praia.

2Jesus ensinava-lhes muitas coisas em parábolas. E, em seu ensinamento, dizia-lhes: 3“Escutai! O semeador saiu a semear. 4Enquanto semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho; vieram os pássaros e a comeram. 5Outra parte caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; brotou logo, porque a terra não era profunda, 6mas, quando saiu o sol, ela foi queimada; e, como não tinha raiz, secou. 7Outra parte caiu no meio dos espinhos; os espinhos cresceram, a sufocaram, e ela não deu fruto.

8Outra parte caiu em terra boa e deu fruto, que foi crescendo e aumentando, chegando a render trinta, sessenta e até cem por um”. 9E Jesus dizia: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. 10Quando ficou sozinho, os que estavam com ele, junto com os Doze, perguntaram sobre as parábolas. 11Jesus lhes disse: “A vós, foi dado o mistério do Reino de Deus; para os que estão fora, tudo acontece em parábolas, 12para que olhem mas não enxerguem, escutem mas não compreendam, para que não se convertam e não sejam perdoados”.

13E lhes disse: “Vós não compreendeis esta parábola? Então, como compreendereis todas as outras parábolas? 14O semeador semeia a Palavra. 15Os que estão na beira do caminho são aqueles nos quais a Palavra foi semeada; logo que a escutam, chega Satanás e tira a Palavra que neles foi semeada. 16Do mesmo modo, os que receberam a semente em terreno pedregoso, são aqueles que ouvem a Palavra e logo a recebem com alegria, 17mas não têm raiz em si mesmos, são inconstantes; quando chega uma tribulação ou perseguição, por causa da Palavra, logo desistem.

18Outros recebem a semente entre os espinhos: são aqueles que ouvem a Palavra; 19mas quando surgem as preocupações do mundo, a ilusão da riqueza e todos os outros desejos, sufocam a Palavra, e ela não produz fruto. 20Por fim, aqueles que recebem a semente em terreno bom são os que ouvem a Palavra, a recebem e dão fruto; um dá trinta, outro sessenta e outro cem por um.”

Mensagem do dia:
“Dê-me, Senhor,
agudeza para entender,
capacidade para reter,
método e faculdade para aprender,
sutileza para interpretar,
graça e abundância para falar.
Dê-me, Senhor,
acerto ao começar,
direção ao progredir
e perfeição ao concluir.”
São Tomás de Aquino

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas

                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Danilo


A paz de Jesus e o amor de Maria

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?


'​A paz esteja nesta casa!'
​​​
​Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!
Salmo 39

Evangelho do dia: (Mc 3,31-35)
Naquele tempo, 31chegaram a mãe de Jesus e seus irmãos. Eles ficaram do lado de fora e mandaram chamá-lo. 32Havia uma multidão sentada ao redor dele. Então lhe disseram: “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura”.

33Ele respondeu: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 34E olhando para os que estavam sentados ao seu redor, disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos. 35Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

Mensagem do dia:
"Se o Senhor não vem, nós vamos para o encontro derradeiro com Ele."
Mons. Jonas Abib

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Terça-feira - 19:30h -  Santa Missa
                                       Pe. Danilo


Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Danilo


A paz de Jesus e o amor de Maria

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Conselhos da Bíblia para cada situação da vida

Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo

“Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo.” São Francisco de Assis

Por ser Palavra de Deus, a Bíblia nunca envelhece, nem caduca; ela fala-nos hoje como para além dos séculos. Cristo é o centro da Sagrada Escritura. O Antigo Testamento o anuncia em figuras e na esperança; o Novo Testamento o apresenta como modelo vivo.

Devemos compreender que a Bíblia é a Palavra de Deus escrita para os homens e pelos homens;logo, ela apresenta duas faces: a divina e a humana.

Logo, para poder interpretá-la bem é necessário o reconhecimento da sua face humana, para depois, compreender a sua mensagem divina.

Nas Sagradas escrituras encontramos força e ensinamentos para diversas situações em nossas vidas.

Leia hoje, um CONSELHO de DEUS para você, QUE:

Está perdendo as esperanças: Rm 12, 12-16; Sl 125,6; Sl 55,5

O remorso o corrói:  Fl 3, 13 -14

Está passando por humilhações: Eclo 2, 2-4; 1 Pe 5,5-6

Sente-se abatido pelos inimigos: Mt 5,38-39.44; 6,14

Precisa dar o perdão a alguém: Mt 18,21-22

Sente-se desanimado: Fl 4,13, Mac 3,18

Sente enfraquecida sua fé: Rm 1, 17, Hb 12,6

Sente-se fraco e abatido: 2Cor 12,9-10; Mc 9,23

Passa por um momento de dúvidas: Jo 11,40; Sl 16, 3; 36,3-7

Está aflito: Mt 11,28-30

Passa por grande sofrimento: Lc 9,23; Rm 8,18

Permite que a raiva invada seu coração: Tg 1,19-20; Rm 12,14;Ef 4,26

Deixa-se dominar pelo medo: Lc 8,50; Rm 8,31; Sl 26,1

Sente-se sufocado pelas preocupações  da vida: 1 Pd 5,7; Mt 6,30-31

Luta contra a tentação: 1Cor 10,13

Sente-se provado em sua fé: Tg 1,12; 1 Pd 4,12; Eclo 2,5

Está triste: Fl 4,4; Eclo 30, 22-26

Tem um coração agradecido: 1Ts 5, 16 

Fonte: Aleteia

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​
​Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!
Salmo 95

Evangelho do dia: (Mc 3,22-30)

Naquele tempo, 22os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém, diziam que ele estava possuído por Beelzebul, e que pelo príncipe dos demônios ele expulsava os demônios. 23Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: “Como é que Satanás pode expulsar a Satanás? 24Se um reino se divide contra si mesmo ele não poderá manter-se. 25Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se. 26Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído. 27Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar seus bens, sem antes o amarrar. Só depois poderá saquear sua casa.

28Em verdade vos digo: tudo será perdoado aos homens, tanto nos pecados, como qualquer blasfêmia que tiverem dito. 29Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo, nunca será perdoado, mas será culpado de um pecado eterno”. 30Jesus falou isso, porque diziam: “Ele está possuído por um espírito mau”.

Mensagem do dia:

"Doce é o jugo de Jesus, e seu peso é leve, portanto, não demos lugar ao inimigo para rastejar em nossos corações e roubar a nossa paz. "
Padre Pio

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Segunda-feira -  15h – Legião de Maria.
                            19h – AA
                            20h – Preparação pais e padrinhos para o batismo

                                       
Terça-feira - 19:30h -  Santa Missa
                                       Pe. Danilo
Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Danilo

A paz de Jesus e o amor de Maria

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Por que pedimos a Santo Antônio quando perdemos alguma coisa?

A veneração tem origem popular, mas é possível encontrar também na “si quaeris miracula”, mais conhecida como “O Sequeri”

Santo Antônio de Pádua é sem dúvidas um dos santos mais venerados do mundo e é famoso também como o Santo que ajuda a encontrar as coisas perdidas. Por quê?

O Sequeri

Esta particular veneração tem origem popular, mas se encontra também na “si quaeris miracula”, mais conhecida como “O Sequeri”, uma das orações mais notáveis e recitadas do mundo. Trata-se de um responsório em latim, em honra a Santo Antônio, especialmente para pedir que se reencontrem objetos perdidos (resque perditas). O texto é de autoria do Frei Giuliano da Spira, datado de 1233, como responsório do Ofício Rítmico (hoje chamado Liturgia das Horas), para a festa de Santo Antônio. Eis a versão traduzida do latim para o português:

Se milagres desejais, recorrei a Santo Antônio
Vereis fugir o demônio e as tentações infernais.

Recupera-se o perdido. / Rompe-se a dura prisão,
e no auge do furacão / cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão, foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte, e torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido ...

Todos os males humanos se moderam, se retiram,
Digam-no aqueles que o viram, e digam-no os paduanos.

Recupera-se o perdido ...

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Recupera-se o perdido ...

Rogai por nós, bem-aventurado Antônio
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Reencontrar a si mesmo

Ao Santo de Pádua também são confiadas todas as pessoas que se sentem perdidas e pedem com a oração e o silêncio a Graça de reencontrar a si mesmos. Aqueles que visitam a Basílica de Pádua, onde está o túmulo do santo, podem testemunhar que Santo Antônio é verdadeiramente um convite a retornar ao Senhor, a se converter e a iniciar uma nova vida.

Ajuda-me a encontrar

Trazemos a oração para pedir a ajuda de Santo Antônio para encontrar aquilo que foi perdido. Desde objetos da vida cotidiana, documentos importantes, até a própria fé.

Eu vos saúdo, glorioso Santo Antônio,
fiel protetor dos que em vós esperam.
Já que recebestes de Deus o poder especial
de fazer achar os objetos perdidos,
socorrei-me neste momento,
a fim de que, mediante vosso auxílio,
eu encontre o objeto que procuro.

Alcançai-me, sobretudo, uma fé viva,
uma esperança firme, uma caridade ardente
e uma docilidade sempre pronta aos desejos de Deus.
Que eu não me detenha apenas nas coisas deste mundo.
Saiba valorizá-las e utilizá-las
como algo que nos foi emprestado
e lute sobretudo por aquelas coisas
que ladrão nenhum pode nos arrebatar
e nem iremos perder jamais.

Assim seja.

Fonte: Aleteia

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'

​​​Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!
Salmo 39

Evangelho do dia: (Mc 3,7-12)

Naquele tempo, 7Jesus se retirou para a beira do mar, junto com seus discípulos. Muita gente da Galileia o seguia. 8E também muita gente da Judeia, de Jerusalém, da Idumeia, do outro lado do Jordão, dos territórios de Tiro e Sidônia, foi até Jesus, porque tinham ouvido falar de tudo o que ele fazia. 9Então Jesus pediu aos discípulos que lhe providenciassem uma barca, por causa da multidão, para que não o comprimisse.

10Com efeito, Jesus tinha curado muitas pessoas, e todos os que sofriam de algum mal jogavam-se sobre ele para tocá-lo. 11Vendo Jesus, os espíritos maus caíam a seus pés, gritando: “Tu és o Filho de Deus!” 12Mas Jesus ordenava severamente para não dizerem quem ele era.

Mensagem do dia:
"A água purifica o que está por fora e o fogo, o que está por dentro."
Padre Leo

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.


Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora
Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Mauricio


A paz de Jesus e o amor de Maria

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Posso comungar de joelhos?

Uma dúvida de muitos fiéis católicos

“Ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos abismos” (Filipenses 2, 10).

Os fiéis têm direito de comungar de joelhos e na boca? A resposta é positiva. Quem quiser comungar na boca e/ou de joelhos, pode fazê-lo.

“Os fiéis comungam de joelhos ou em pé, segundo estabeleça a conferência dos bispos, com a confirmação da Sé Apostólica”, diz a instrução “Redemptoris Sacramentum”, sobre algumas coisas que devem ser observadas ou evitadas acerca da Santíssima Eucaristia, no número 90.

E acrescenta: “Assim, não é lícito negar a Sagrada Comunhão a um fiel, por exemplo, só pelo fato de ele querer receber a Eucaristia ajoelhado ou de pé” (RS, 91).

A Instrução Geral do Missal Romano indica, no número 160, que, “quando comungam de pé, recomenda-se fazer, antes de receber o sacramento, a devida reverência”.

É um gesto simples, mas muito significativo, pois expressa devidamente que a pessoa é consciente de estar diante do Senhor, presente no pão eucarístico.

No que diz respeito a comungar na mão ou na boca, “todo fiel tem sempre direito de escolher se deseja receber a sagrada comunhão na boca” (RS, 92) ou na mão.

O que não está permitido é tomar a Hóstia diretamente da âmbula. E tampouco recebê-la na mão quando se comunga sob as duas espécies. Os dedos não podem ser usados como pinças para pegar a hóstia da mão de quem a distribui.

Quem optar por comungar na mão, saiba que há uma forma correta: colocar a mão esquerda, com a palma virada para cima, com os dedos estendidos e unidos, sobre a mão direita, também com a palma virada para cima e com os dedos estendidos e unidos, formando um trono digno.

Uma vez que a Hóstia consagrada foi colocada na palma esquerda, a pessoa a pega com o polegar e o indicador direito, e a leva à boca, dirigindo a mão esquerda na direção do queixo, como uma patena, para evitar que as partículas possam cair no chão.

Depois, é preciso revisar as mãos e dedos, para consumir as possíveis partículas que tenham caído. Não se deve levar diretamente à boca a Hóstia que está sobre a palma da mão esquerda.

Comungar na mão não é estender uma mão como quem pede ou recebe qualquer coisa, ou como quem recebe a porção de algum alimento que lhe é oferecido no supermercado para degustação.

Então, é importante recordar como posicionar as duas mãos para expressar que se é consciente de que não se recebe algo comum, mas extraordinário: o próprio Deus!

Em suma, é lógico, portanto, pensar que os ministros ordenados ou os ministros extraordinários da comunhão nunca devem impor aos fiéis nenhuma maneira de comungar.

Então, o mais plausível é comungar de joelhos e na boca, mas também é válido comungar em pé e na mão.

Porém, independentemente de como se comunga, é preciso fazê-lo em estado de graça, com o devido respeito e amor, com a consciência de Quem estamos recebendo, com a boa disposição de continuar crescendo na condição de discípulos do Senhor e com o compromisso de levá-lo aonde formos, como sacrários vivos.

Isso implica na necessária preparação, não só da alma, mas também do corpo – entre outras coisas, com o jejum eucarístico.

Como é bonito ver nos adultos essa candidez e alegria espiritual das crianças quando fazem sua primeira comunhão, mantendo essa abertura e simplicidade que as crianças têm ao querer se aproximar de Jesus para melhorar sua vida espiritual.

Nossa maneira de comungar mostra a importância que o Senhor tem para nós; é um apostolado. Mas recebemos Jesus com amor, respeito e adoração porque Ele merece, e não para ficar bem na frente dos outros.

O segredo é exteriorizar o amor: a melhor maneira de exteriorizar esse amor, sem a pretensão de ficar bem na frente dos outros, é comungar de joelhos (em atitude de adoração) e na boca; assim se sublinha, com sinais de admiração, a presença real do Senhor Jesus.

Por que não é tão recomendável comungar na mão?

As mãos são menos dignas; comungar na mão implica algum risco de profanação, como já se viu em muitos casos; existe o perigo de que haja partículas da Hóstia na mão ou nos dedos; não é o mais higiênico, ao ter as mãos sujas devido a que quem comunga veio da rua, talvez tenha mexido em dinheiro na hora da coleta, deu a mão no rito da paz a pessoas que podem ter gripe ou outro mal contagioso e, além disso, os fiéis não têm as mãos consagradas.

Recomenda-se, então, comungar de joelhos e na boca. Mais ainda: quem quiser comungar dessa maneira dará um bom exemplo nos lugares onde não é comum comungar dessa forma.

Se este direito lhe for negado, exija-o. De qualquer maneira, as demonstrações externas de amor a Jesus Eucaristia são tão belas como estar limpos interiormente.

Para terminar, um dado final. Cada um tire suas próprias conclusões: santa Margarida Maria Alacoque contou que Jesus lhe disse: “Entristeço-me com a frieza e menosprezo que têm para comigo neste sacramento de amor”.

A outros santos e santas, Jesus revelou que lhe entristecia ver as pessoas comungando como se estivessem pegando um pedaço qualquer de pão. 

Fonte: Aleteia

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​
​Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec!

Salmo 109

Evangelho do dia: (Mc 3,1-6)

Naquele tempo, 1Jesus entrou de novo na sinagoga. Havia ali um homem com a mão seca. 2Alguns o observavam para ver se haveria de curar em dia de sábado, para poderem acusá-lo. 3Jesus disse ao homem da mão seca: “Levanta-te e fica aqui no meio!” 4E perguntou-lhes: “É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?” Mas eles nada disseram. 5Jesus, então, olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eram duros de coração; e disse ao homem: “Estende a mão”. Ele a estendeu e a mão ficou curada.

6Ao saírem, os fariseus com os partidários de Herodes, imediatamente tramaram, contra Jesus, a maneira como haveriam de matá-lo.

Mensagem do dia:
" Ó dulcíssimo Senhor Jesus Cristo, fonte de todas as virtudes, amigo das almas virginais, vencedor fortíssimo das ciladas dos poderosos, severíssimo extirpador de todos os vícios, lançai propício vosso olhar para a minha fraqueza, e pela intercessão de Vossa Santíssima Mãe, a Virgem Maria e de Santa Inês, concedei o auxilio de vossa divina graça.
Santa Inês, rogai por nós."

Oração a Santa Inês

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas

                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Mauricio

A paz de Jesus e o amor de Maria

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​​
​O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Salmo 110

Evangelho do dia: (Mc 2,23-28)


23Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam. 24Então os fariseus disseram a Jesus: “Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?”

25Jesus lhes disse: “Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidade e tiveram fome? 26Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus, e os deu também aos seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães”. 27E acrescentou: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. 28Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado”.

Mensagem do dia:
"Ó Deus, Nosso Senhor, dá-me espírito de fortaleza, para que, sustentado pelo exemplo de São Sebastião, possa obedecer mais a Ti do que aos homens. Dá-me, também, a graça de imitar sua constância na fé. Amém.."
Oração do dia: São Sebastião

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Terça-feira - 19:30h -  Celebração da Palavra

Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Mauricio


A paz de Jesus e o amor de Maria

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​​
​Não vos esqueçais das obras do Senhor!

Salmo 77

Evangelho do dia: (Mc 2,1-12)

1Alguns dias depois, Jesus entrou de novo em Cafarnaum. Logo se espalhou a notícia de que ele estava em casa. 2E reuniram-se ali tantas pessoas, que já não havia lugar, nem mesmo diante da porta. E Jesus anunciava-lhes a Palavra. 3Trouxeram-lhe, então, um paralítico, carregado por quatro homens. 4Mas não conseguindo chegar até Jesus, por causa da multidão, abriram então o teto, bem em cima do lugar onde ele se encontrava. Por essa abertura desceram a cama em que o paralítico estava deitado. 5Quando viu a fé daqueles homens, Jesus disse ao paralítico: “Filho, os teus pecados estão perdoados”. 6Ora, alguns mestres da Lei, que estavam ali sentados, refletiam em seus corações: 7“Como este homem pode falar assim? Ele está blasfemando: ninguém pode perdoar pecados, a não ser Deus”. 8Jesus percebeu logo o que eles estavam pensando no seu íntimo, e disse: “Por que pensais assim em vossos corações? 9O que é mais fácil: dizer ao paralítico: ‘os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te, pega a tua cama e anda’? 10Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem, na terra, poder de perdoar pecados disse ele ao paralítico: 11eu te ordeno: levanta-te, pega tua cama, e vai para tua casa!” 12O paralítico então se levantou e, carregando a sua cama, saiu diante de todos. E ficaram todos admirados e louvavam a Deus, dizendo: “Nunca vimos uma coisa assim”.

Mensagem do dia:
"A constância de ânimo, com paz e tranqüilidade, não só enriquece a pessoa, como a ajuda muito a julgar melhor as adversidades, dando-lhes a solução conveniente."
São João da Cruz

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                     Presidida por Pe. Emanuel

                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel

A paz de Jesus e o amor de Maria

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Quem pode abrir ou fechar o sacrário?

Os leitores perguntam, os especialistas respondem

Antes de refletir sobre este tema, recordemos a essência da Eucaristia. Nosso Senhor Jesus Cristo nos deixou o tesouro da Eucaristia na Última Ceia, na Quinta-Feira Santa. A Igreja cuida com imenso carinho e esmero desse tesouro.

Mas a Igreja não é uma abstração, uma ideia: a Igreja somos todos nós, batizados. Os bispos e padres existem para santificar, reger, ensinar e também cuidar do tesouro da Eucaristia; estas são suas principais responsabilidades. E os fiéis são chamados à corresponsabilidade na vida eclesial e a desempenhar um serviço inclusive litúrgico.

Mas desempenhar um ofício na liturgia não é necessário para que um fiel possa participar ativa e frutuosamente da missa. Mais ainda: devemos respeitar a dignidade dos leigos, evitando toda “clericalização”. Ninguém pode pensar que os fiéis que desempenham ofícios litúrgicos são melhores cristãos.

Feitos estes dois esclarecimentos, é preciso dizer que o ministro ordenado (o padre), que é ministro ordinário da comunhão, é a única pessoa que normalmente pode e deve abrir o Sacrário para verificar as Hóstias sagradas, para trazer ou levar a reserva, fazer a exposição do Santíssimo etc.

No final do rito da comunhão, durante a missa, “as hóstias consagradas que tenham sobrado sejam consumidas pelo sacerdote no altar ou sejam levadas ao lugar destinado para a conservação da Eucaristia” (Redemptionis Sacramentum, 107).

Portanto, os acólitos instituídos e/ou chamados ministros extraordinários da comunhão não podem ter acesso ao Sacrário, menos ainda na presença do sacerdote e em plena missa.

Se isso acontece, é um abuso que infelizmente é consentido por alguns padres. “O acólito é instituído para o serviço do altar e para ajudar o sacerdote e o diácono. Compete-lhe, como função principal, preparar o altar e os vasos sagrados e, se for necessário, distribuir aos fiéis a Eucaristia, de que é ministro extraordinário” (Instrução Geral do Missal Romano, 98).

Então, que fique claro: normalmente, os acólitos e/ou ministros extraordinários da comunhão ajudam a distribuir a Eucaristia em casos excepcionais; mas não podem, quando há um padre celebrado, abrir ou fechar o Sacrário, nem ir buscar ou reservar as Hóstias no final da comunhão.

“Sem dúvida, aonde a necessidade da Igreja assim o aconselhe, faltando os ministros sagrados, podem os fiéis leigos suprir algumas tarefas litúrgicas, conforme às normas do direito” (Redemptionis Sacramentum, 147).

Portanto, somente em casos muito extraordinário e extremamente necessários, um acólito (que é um ministro extraordinário da comunhão) pode ter acesso ao Sacrário – por exemplo, quando um padre idoso já não consegue caminhar e não há outros padres, ou também em terra de missão, quando não há padre em uma comunidade e é preciso levar a comunhão a um doente, fazer a exposição do Santíssimo (mas com a âmbula e sem dar a bênção) etc.

“O ministro da exposição do Santíssimo Sacramento e da bênção eucarística é o sacerdote ou o diácono; em circunstâncias especiais, exclusivamente para a exposição e a reposição, mas sem a bênção, é o acólito, o ministro extraordinário da sagrada comunhão, ou outrem designado pelo Ordinário do lugar, observadas as prescrições do Bispo diocesano” (Código de Direito Canônico, 943). Isso implica que, nestas circunstâncias especiais, uma pessoa que não é ministro ordenado pode abrir e fechar o Sacrário.

De qualquer maneira, é preciso estar muito atentos, pois há muitas situações nas quais pode haver abuso e que se justificam por supostas “necessidades pastorais”. É importante vigiar, pois é preciso redobrar o respeito, a solenidade e a adequação na liturgia.

“Onde as necessidades da Igreja o aconselharem, por falta de ministros, os leigos, mesmo que não sejam leitores ou acólitos, podem suprir alguns ofícios, como os de exercer o ministério da palavra, presidir às orações litúrgicas, conferir o batismo e distribuir a sagrada Comunhão, segundo as prescrições do direito” (CDC, 230, 3).

É claro que estes ministros extraordinários ou leigos devem cumprir com certos requisitos, começando pelo fato de que devem ser nomeados pelo Ordinário do local.

Fonte: Aleteia

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?


'​A paz esteja nesta casa!'
​​​
​O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Salmo 104,1-9

Evangelho do dia: (Mc 1,29-39)

Naquele tempo, 29Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. 30A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. 31E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los.

32À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. 33A cidade inteira se reuniu em frente da casa. 34Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era.

35De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. 36Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. 37Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”. 38Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”. 39E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

Mensagem do dia:
"É pela oração e pelo sacrifício somente que somos úteis à Igreja"
Sta. Teresinha de Lisieux

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
 Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas 

                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                Presidida por Pe. Danilo
                      19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                           Presidida por Pe. Emanuel


A paz de Jesus e o amor de Maria

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?


'​A paz esteja nesta casa!'
​​
​Destes domínio ao vosso Filho sobre tudo o que criastes.
Salmo 8

Evangelho do dia: (Mc 1,21b-28)

21bEstando com seus discípulos em Cafarnaum, Jesus, num dia de sábado, entrou na sinagoga e começou a ensinar. 22Todos ficavam admirados com o seu ensinamento, pois ensinava como quem tem autoridade, não como os mestres da Lei.

23Estava então na sinagoga um homem possuído por um espírito mau. Ele gritou: 24“Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus”. 25Jesus o intimou: “Cala-te e sai dele!”.

26Então o espírito mau sacudiu o homem com violência, deu um grande grito e saiu. 27E todos ficaram muito espantados e perguntavam uns aos outros: “Que é isso? Um ensinamento novo dado com autoridade: Ele manda até nos espíritos maus, e eles obedecem!” 28E a fama de Jesus logo se espalhou por toda parte, em toda a região da Galileia.

Mensagem do dia:
"Ensinar alguém para trazê-lo à Fé é tarefa de todo e qualquer pregador, e até de todo e qualquer crente."
Santo Tomás de Aquino

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Terça-feira - 19:30h -  Celebração da Palavra
                                       Diác. Miguel


Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.
Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora
Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel

A paz de Jesus e o amor de Maria

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​
​Adorai o Senhor Deus, vós anjos todos!

Salmo 96

Evangelho do dia: (Mc 1,14-20)


14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: 15“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos, e crede no Evangelho!”

16E, passando à beira do mar da Galileia, viu Simão e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. 17Jesus lhes disse: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens”. 18E eles, deixando imediatamente as redes, seguiram a Jesus.

19Caminhando mais um pouco, viu também Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes; 20e logo os chamou. Eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados, e partiram, seguindo Jesus.

Mensagem do dia:
"A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. "
Padre Jonas Abib

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Segunda-feira -  15h – Legião de Maria.
                            19h – AA
                            20h – Preparação pais e padrinhos para o batismo

                                       
Terça-feira - 19:30h -  Celebração da Palavra
                                       Diác. Miguel
Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Emanuel
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel


A paz de Jesus e o amor de Maria

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​​
​Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Salmo 147

Evangelho do dia: (Lc 5,12-16)


12Aconteceu que Jesus estava numa cidade, e havia aí um homem leproso. Vendo Jesus, o homem caiu a seus pés, e pediu: “Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar”. 13Jesus estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero, fica purificado”. E imediatamente, a lepra o deixou. 14E Jesus recomendou-lhe: “Não digas nada a ninguém. Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece pela purificação o prescrito por Moisés como prova de tua cura”.

15Não obstante, sua fama ia crescendo, e numerosas multidões acorriam para ouvi-lo e serem curadas de suas enfermidades. 16Ele, porém, se retirava para lugares solitários e se entregava à oração.

Mensagem do dia:

"Oração é o ato onipotente que coloca as forças do céu à disposição dos homens."
Padre Marcelo Rossi

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa em  ação de graças pelos 25 anos 
                                    de casamento de Juciara  e Rubem
                                    Presidida por Pe. Mauricio
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora
 
Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel


A paz de Jesus e o amor de Maria

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?


'​A paz esteja nesta casa!'

​​
As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

Salmo 71

Evangelho do dia: (Lc 4,14-22a)


Naquele tempo, 14Jesus voltou para a Galileia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a redondeza. 15Ele ensinava nas suas sinagogas e todos o elogiavam. 16E veio à cidade de Nazaré onde se tinha criado. Conforme seu costume, entrou na sinagoga no sábado, e levantou-se para fazer a leitura.

17Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesus achou a passagem em que está escrito: 18“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa Nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos 19e para proclamar um ano da graça do Senhor”.

20Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante, e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele. 21Então começou a dizer-lhes: “Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir”.

22aTodos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca.

Mensagem do dia:
"A vida é uma questão. O amor é a resposta."
Padre Zezinho
PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                 Presidida por Pe. Danilo
                       19:30h – Noite de Louvor e Adoração.


Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa em  ação de graças pelos 25 anos de
                                   casamento de Juciara  e Rubem
                                   Presidida por Pe. Mauricio
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel


A paz de Jesus e o amor de Maria

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O que pode ser apresentado no ofertório da missa?

 

O ofertório costuma receber pouca atenção das pessoas, mas é um momento importantíssimo, talvez o de maior participação dos fiéis na missa

 

Já sabemos muito bem que Jesus instituiu o sacrifício e o banquete pascoais. Quando? Na Última Ceia. E, quando o bispo ou sacerdote (representando Cristo) realizam o mesmo ato do Senhor (que os deixou a tarefa de fazer isso em memória dele), o sacrifício da cruz se faz continuamente presente na Igreja.

Por isso, a Igreja organizou a Liturgia Eucarística com as partes que respondem às ações e palavras de Jesus, começando pela apresentação dos dons. Em que consiste a preparação dos dons? Em levar ao altar as oferendas do pão e do vinho com água, ou seja, os mesmos elementos que Cristo tomou em suas mãos; são os dons que se converterão no Corpo e no Sangue de Jesus.

O ministro ordenado que preside a missa, ao receber as oferendas eucarísticas, bendiz Deus pelo pão e pelo vinho que foram recebidos da sua bondade e que são fruto da terra e do trabalho do homem, e as apresenta para que se tornem pão de vida e bebida de salvação.

Antes de levantar e oferecer o vinho, o ministro ordenado ou o diácono acrescenta uma gota de água ao vinho, representando a união hipostática da divindade e humanidade de Jesus. Mas representa também a união da nossa oferenda à oferenda perfeita de Cristo na cruz, junto a cada um de nós.

Isso quer dizer que nós participamos do sacrifício de Cristo; é sinal da participação da nossa natureza humana na natureza divina de Jesus.

Na Igreja primitiva, as oferendas do pão e do vinho eram levadas de casa pelos próprios fiéis ao lugar da celebração. Por isso, seria oportuno recuperar o belíssimo gesto de que as oferendas sejam sempre apresentadas pelos fiéis, pelo menos nos dias de festa.

Apesar das modificações nas modalidades (ou seja, apesar de o pão e o vinho já estarem na igreja), o rito de apresentá-los conserva seu significado espiritual, seu sentido e sua força.

A Instrução Geral do Missal Romano recorda que também se pode receber dinheiro ou outros dons para os pobres ou para a Igreja, trazidos pelos fiéis ou coletados na igreja, os quais são colocados no lugar apropriado, fora da mesa eucarística (n. 73).

Infelizmente, o ofertório costuma passar quase inadvertido, mas é um momento importantíssimo, talvez o de maior participação dos fiéis na missa. É importante saber e levar sempre em consideração que, no pão e no vinho, estão representados todos os dons de Deus que, no sacrifício, voltam a Ele.

O ofertório é o momento de oferecer nossas vidas ao Senhor, oferecer-nos com tudo o que somos e temos. E essa oferenda depois nos é devolvida pelo Senhor transformada nele mesmo.

Quando haja apresentação dos dons, é preciso organizar uma procissão. Portanto, as pessoas que vão apresentá-los devem se preparar antes, ou seja, antes de que o rito comece.

Como se prepara o ofertório e a procissão?

1. Depois da oração dos fiéis, começa a liturgia eucarística; esta, por sua vez, começa com o ofertório. A comunidade se senta.

2. As oferendas são apresentadas pelos fiéis, não pelos servidores do altar.

3. O ministro ordenado que preside a celebração (ou o diácono) se coloca entre o presbitério e a nave central da igreja.

4. Na procissão, sempre se leva em primeiro lugar o pão e o vinho, e depois outros dons para o serviço dos pobres (alimentos) ou da igreja (objetos litúrgicos e outros).

5. A procissão é feita pelo corredor central da igreja.

6. Os que participam da procissão fazem uma inclinação de cabeça antes de entregar as oferendas ao ministro ordenado que preside a celebração (ou a outro ministro delegado por ele) e, sem dizer nada, voltam aos seus lugares.

7. Se, além das oferendas eucarísticas do pão e do vinho, forem levadas outras oferendas, é oportuno precedê-las de algum comentário durante a procissão.

8. Se não houver comentário, deve haver um cântico apropriado.

9. Se houver cântico, este começa quando a procissão inicia.

10. As oferendas de dinheiro coletadas durante a procissão dos dons, que também fazem parte da oferenda, devem ser colocadas em um lugar visível, perto do altar.

11. Outros objetos podem ser levados com caráter simbólico, significando agradecimento a Deus, nosso compromisso de fidelidade a Ele, nossas boas ações, nossos trabalhos e sacrifícios etc. É preciso recordar que a Deus se oferece o melhor do melhor, sempre.

12. Obviamente, é preciso ter cuidado com o que se apresenta, e fazê-lo com a aprovação do ministro ordenado que preside a celebração.

13. O que se leva ao altar como dom deve ser algo que depois vá ficar na igreja, e não ser recuperado pela pessoa no final da celebração da missa. 

Fonte: Aleteia

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​​​
As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!
Salmo 71

Evangelho do dia: (Mc 6,45-52)


Depois de saciar os cinco mil homens, 45Jesus obrigou os discípulos a entrarem na barca e irem na frente para Betsaida, na outra margem, enquanto ele despedia a multidão. 46Logo depois de se despedir deles, subiu ao monte para rezar.

47Ao anoitecer, a barca estava no meio do mar e Jesus sozinho em terra. 48Ele viu os discípulos cansados de remar, porque o vento era contrário. Então, pelas três da madrugada, Jesus foi até eles andando sobre as águas, e queria passar na frente deles.

49Quando os discípulos o viram andando sobre o mar, pensaram que era um fantasma e começaram a gritar. 50Com efeito, todos o tinham visto e ficaram assustados. Mas Jesus logo falou: “Coragem, sou eu! Não tenhais medo!” 51Então subiu com eles na barca, e o vento cessou. Mas os discípulos ficaram ainda mais espantados, 52porque não tinham compreendido nada a respeito dos pães. O coração deles estava endurecido.

Mensagem do dia:
"Deixe que o vento sopre e não pense que o som das folhas é um barulho de armas."
Santo Padre Pio de Pietrelcina

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas

                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                      19:30h – Noite de Louvor e Adoração.

Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa em  ação de graças pelos 25 anos de casamento 
                                    de Juciara  e Rubem
                                    Presidida por Pe. Mauricio
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel

A paz de Jesus e o amor de Maria

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Bom Dia Espírito Santo, O Que Vamos Fazer Juntos Hoje?

'​A paz esteja nesta casa!'
​​​​
Eu te darei por tua herança os povos todos.

Salmo 2

Evangelho do dia: (Mt 4,12-17.23-25)

Naquele tempo, 12Ao saber que João tinha sido preso, Jesus voltou para a Galileia. 13Deixou Nazaré e foi morar em Cafarnaum, que fica às margens do mar da Galileia, 14no território de Zabulon e Neftali, para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías: 15“Terra de Zabulon, terra de Neftali, caminho do mar, região do outro lado do rio Jordão, Galileia dos pagãos! 16O povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; e para os que viviam na região escura da morte brilhou uma luz”.

17Daí em diante, Jesus começou a pregar, dizendo: “Convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”. 23Jesus andava por toda a Galileia, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino e curando todo tipo de doença e enfermidade do povo. 24E sua fama espalhou-se por toda a Síria. Levaram-lhe todos os doentes, que sofriam diversas enfermidades e tormentos: endemoninhados, epilépticos e paralíticos. E Jesus os curava. 25Numerosas multidões o seguiam, vindas da Galileia, da Decápole, de Jerusalém, da Judeia, e da região além do Jordão.

Mensagem do dia:
"Suporta de bom grado os defeitos alheios, se queres que os outros suportem os seus."
Dom Bosco

PEDIDO DE ORAÇÃO

AVISOS:
Segunda-feira -  15h – Legião de Maria.
                            19h – AA
                            20h – Preparação pais e padrinhos para o batismo

                                       
Terça-feira - 19:30h -  Celebração da Palavra

Quarta-feira - 19h – Terço em família nas casas
                                                
Quinta-feira - 07h - Santa Missa
                                   Presidida por Pe. Danilo
                         19:30h – Noite de Louvor e Adoração.
Sexta-feira -  19:30h - Santa Missa em  ação de graças pelos 25 anos de casamento 
                                    de Juciara  e Rubem
                                   Presidida por Pe. Mauricio
                  
Sábado -  06:30h – Ofício de Nossa Senhora

Domingo - 10h - Santa Missa
                              Presidida por Pe. Emanuel

A paz de Jesus e o amor de Maria